• Postado por Tiago

g---coletiva-Bellini---roupas-(7)

Bellini terá que escolher a dedo quem entra e quem sai na reforma

Com a reforma administrativa prometida pelo prefeito de Itajaí, Jandir Bellini (PP), se aproximando, os partidos políticos que compõem a base que o elegeu estão alvoroçados com a possibilidade de abocanhar mais algumas vaguinhas dentro da prefa. O problema para Bellini é que existe uma carrada de partido descontente com o espaço que tem.

O lugar onde os caras estão mais puteados é no Partido Verde (PV). O presidente da comissão provisória da época, Manuel Storino, disse que Bellini não cumpriu nenhum acordo feito com o partido durante a campanha do ano passado. ?Ele disse que daria duas diretorias a cada partido da coligação e ainda mais espaço relativo aos votos proporcionais, e nada disso foi cumprido. Ele nunca nos chamou para tratar oficialmente deste assunto?, disse Manuel, que saiu da presidência da comissão no final do ano passado. Manuel duvida que o PV seja contemplado com alguma vaga neste reforma.

Tucanos e socialistas de boa

Outro partido da base governista, o PSDB, está de boa na canoa, mas mesmo assim espera que as vagas para o partido dentro da administração cresçam. De acordo com o presidente tucano, Deodato Casas, o partido encaminhou uma nominata para o prefeito, e apenas parte da lista ganhou um empreguinho na prefa. ?Nós entendemos que houve uma negociação com o PMDB e vamos aguardar para ganhar mais espaço, hoje estamos um pouco apertados?, lascou o cara.

Já os semi-socialistas do PPS acreditam que o espaço dentro da bagaça até que está bacana, mas, é claro, se rolar um espaço maior, eles têm vários nomes para oferecer. ?Estamos discutindo com o prefeito vários nomes que poderiam contribuir com o governo e alavancar nosso partido junto à comunidade, mas temos paciência e serenidade e sabemos que o prefeito irá honrar seus compromissos?, disse o presidente da juventude do partido, Eduardo Assis.

PR e DEM querem mais

O Partido da República, cujo presidente é também o líder do governo na câmara de Vereadores, Clayton Batschauer, diz que o partido tem a responsabilidade de sustentar o governo junto com os outros partidos da base, e, mesmo sem ter nenhuma secretaria, acredita que tem um bom espaço. ?O compromisso do partido com o governo é proporcional ao compromisso do governo com o partido. Acho que a participação do PR poderia ser bem maior, mas não vamos cobrar nada. Vamos esperar que o prefeito se manifeste?, disse o vereador.

O rechonchudo presidente da câmara, Luiz Carlos Pissetti (DEM), também acredita que o espaço do Democratas na prefeitura é menor do que deveria, mas não malha o pau no prefeito, pois acredita que a política de alianças do pepista acabou deixando o governo sem muitos espaços. ?Entendo a dificuldade do prefeito, então engulo a minha insatisfação e vou levando a vida com aquilo que é possível?, soltou.

  •  

Deixe uma Resposta