• Postado por Tiago

Não precisa ir muito longe pra fazer turismo. “Nossa região, e porque não dizer nosso estado, oferece uma gama extremamente vasta e rica de atrativos naturais, artificiais e histórico-culturais, além de uma infraestrutura turística que muito cresceu e se desenvolveu nas últimas décadas”, diz o professor Athos Teixeira,

Veja abaixo alguns dos locais bons e baratos indicados pelo professor do curso de Turismo e Hotelaria da Univali.

Roteiro de férias

Balneário Camboriú – Visite o Parque Natural Municipal Raimundo Gonçalez Malta, no bairro dos Municípios que oferece trilhas ecológicas, centro fitoterápico, viveiro de mudas e a possibilidade de interagir com a natureza. Também dê um passeio pelo molhe da Barra Sul, pelas praias agrestes do Interpraias e o deck da barra norte ligando a praia central até o morro do Careca. Também vá ao Parque Cyro Gevaerd e ao Zoológico, na Santur.

São Francisco do Sul: É a terceira cidade mais antiga do Brasil. Ainda preserva

casarios centenários que oferece ao turista um resgate da história do Brasil. Conheça o mercado público, o museu histórico municipal, o Forte Marechal Luz (que fica a15 km do centro), a igreja Nossa Senhora da Graça e o imperdível Museu Nacional do Mar, que conta com uma área de 10.000 metros quadrados.

Nova Trento: A cidade cultua até hoje as tradições, costumes e a religiosidade de

seus antepassados oriundos de Trento, na Itália. Entre os pontos turísticos destacam-se o Morro da Cruz, onde é possível ter uma vista panorâmica da cidade, o Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro e o famoso Santuário de Santa Paulina, que reúne além de atividades religiosas atrações culturais, ecológicas e históricas. A fabricação e comercialização de queijos e vinhos coloniais é um atrativo à parte.

Blumenau: É possível vivenciar e observar um pouco da cultura alemã, desde a culinária até as fachadas dos prédios, casarões, museus, memoriais ou em bairros da cidade que preservam a cultura de seus imigrantes. Visite o Museu Ecológico Fritz Müller, que é casa onde viveu este famoso pesquisador alemão e colaborador de Charles Darwin, além do Museu da Família Colonial e o horto-botânico Edith Gaertner (cemintério dos Gatos). Há também a Fundação Cultural de Blumenau que foi a primeira sede da prefeitura, o mausoléu da família do fundador Hermann Blumenau e o Museu da Cerveja. Este último fica junto ao Biergarten (Jardim da Cerveja) uma praça histórica onde aos fundos está o porto fluvial da cidade, que no passado era o embarque e desembarque de pessoas e mercadorias para o litoral. Vá também no mirante da Beira Rio, passe pela ponte metálica e no túnel que a segue, vá até o museu da Água, ao museu do Cristal e não perca os passeios pelo parque das Nascentes, pelo parque ecológico Spistkof e pelo Bairro Vila Itoupava. Passe também pelo parque Vila Gêrmanica, onde é localizada a Oktoberfest.

Florianópolis: Sobram atrativos naturais como as praias dos Ingleses, Jurerê, Mole e da Joaquina, excelente para a prática do surf e sandboard nas dunas (só para citar algumas); lagoas como a da Conceição e do Peri; trilhas ecológicas como a da Galheta (praia de nudismo) e da Lagoinha do Leste, além dos vários atrativos histórico-patrimoniais, como a catedral, mercado público municipal, Praça 15 de Novembro, palácio Cruz e Souza, largo da alfândega, ponte Hercílio Luz (todos no centro), além do Forte São José da Ponta Grossa (em Jurerê), Forte Santana (sob a ponte Hercílio Luz), forte Santo Antônio de Ratones e Forte Santa Cruz de Anhatomirim (acesso somente por barco)

  •  

Deixe uma Resposta