• Postado por Tiago

A auxiliar de cobrança Wanda Maria Marcon, 36 anos, tá fula da vida com a lentidão no atendimento na delegacia Regional de Itajaí pra liberação das carteiras de identidade. A coitada, além de levar um chá de cadeira pra pegar a senha, só vai conseguir atendimento daqui 10 dias.

Wanda conta que esteve na delegacia pela primeira vez na terça-feira. Acabou desistindo ao ver que havia umas 50 pessoas na sua frente. Voltou no comecinho da tarde do dia seguinte e conseguiu a senha de número nove. “Mesmo com a senha pra um dos primeiros atendimentos, fiquei mais de meia hora esperando”, reclama.

Mas era apenas o começo do calvário. Quando chegou a sua vez, Wanda recebeu uma notícia nem um pouco agradável. “Na realidade não fui atendida. Recebi uma nova senha de atendimento, mas só pro dia 25”, disse, indignada.

Agora, terá que esperar mais 10 dias pra conseguir dar entrada no documento de identidade.

Tá problemático

Maria da Glória Facchini, agente de polícia da delegacia regional peixeira, explicou que a grande procura pela retirada do documento e a pouca quantidade de funcionários são as causas do acúmulo de gente nas filas e atraso no atendimento.

A agente disse que pela manhã uma funcionária trampa internamente e o atendimento ao povão rola só à tarde. “Eu acredito que este problema é temporário, mas, de momento, não temos o que fazer”, afirmou.

A policial contou que o local de atendimento pra retirada da identidade vai mudar. Em breve, o povão terá que procurar o antigo fórum pra conseguir obter o documento. A agente de polícia acredita que, com a mudança, novas funcionários devem fazer parte do quadro de atendimento.

  •  

Deixe uma Resposta