• Postado por Tiago

A velejadora Bethina Hoffmann, de Itajaí, não foi muito bem no Mundial de Vela da Juventude, que terminou ontem em Búzios, no Rio de Janeiro. A jovem peixeirinha, de 16 anos, teve problemas de saúde, parou até no hospital, e terminou a competição na 35ª posição entre 38 competidoras. “Eu fiquei tão mal que nem consegui completar uma das regatas”, lamenta a menina, que sofreu com uma infecção intestinal..

Unica representante brasileira na classe laser radial do mundial, Bethina não terá muito tempo pra se recuperar, pois precisará emendar outro desafio internacional sem voltar pra Itajaí. A atleta do Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha (ICSC), de Florianópolis, colocará de lado o barco da radial e embarcará no da 4.7 pra disputar o mundial júnior da classe, entre 24 e 31 de julho, na mesma raia onde disputou sua primeira competição phodona.

A peixeira agora terá a companhia de outros atletas de Floripa em Búzios. Maria Cristina Boabaid, Nicolas Carabelli, Jorge Grumann, Matheus Sodré Silva e André Servaes. Luca Mazzaferro, do Iate Clube de Porto Belo, completa a equipe catarinense. Os sete jovens aproveitam os próximos quatro dias pra treinar até o início da competição.

  •  

Deixe uma Resposta