• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---handebol-feminino-itajai---foto-felipe-vt

Lanterna com quatro derrotas, Itajaí entra em quadra pra perder de pouco

Se a primeira vitória na Liga Nacional de Handebol ainda não veio, provavelmente não será hoje, na sua quinta partida, que ela vai acontecer. Às 16h, no ginásio da Univali, em Itajaí, o time peixeiro da Aceu/Univali/Amaj tem uma pedreira pela frente: as coxudas da líder Metodista, campeãs brasileiras em 2006, 2007 e 2008, e que conta com diversas jogadoras na seleção brasileira. ?Teoricamente vai ser o jogo mais difícil. É realmente o melhor grupo do Brasil, mas a gente quer entrar pra ganhar e jogar de igual pra igual?, diz o técnico Luiz Carlos Décimo, o Pinto.

Pra piorar, o comandante peixeiro não vai poder contar com a principal jogadora do time, a pivô Lais Vitali, que num treino nesta semana lesionou o pé esquerdo. Os primeiros resultados da radiografia mostraram uma possível fratura, que ainda precisa ser confirmada. ?Vamos esperar pra ver. Isso atrapalha a nossa base?, fala Pinto. Pro lugar de Lais, quem entra no time titular é Priscila, que no jogo contra Concórdia fez a função de pivô e de ponta.

Mesmo sabendo do poder das paulistas, o técnico peixeiro sabe o que fazer pra tentar a primeira vitória. ?O ponto-chave hoje em dia no handebol é imprimir velocidade, então temos que tentar jogar na velocidade. Também estou tentando melhorar a defesa. Algumas atletas são inexperientes, mas elas estão aprendendo rápido?, garante. Pinto também diz que o jogo de hoje é especial. ?Elas estão ansiosas. Tanto eu quanto elas gostamos de jogos difíceis?.

Time na expectativa

O primeiro ponto na liga pode rolar em breve. Na derrota por 30 a 29 pra Novo Hamburgo, o cara do placar teria errado a contagem, dando a vitória de forma errada pras gaúchas. ?Foi num contra-ataque que elas perderam a bola. Era pra ser 11 a 10 e marcaram 12 a 10. Gostaria que a justiça fosse feita, mas não depende da gente. Seria importante um empate fora de casa?, finaliza o treinador de Itajaí.

  •  

Deixe uma Resposta