• Postado por Tiago

Ontem mais um itajaiense teve a infeliz notícia de que foi vítima da treta do despachante Gil. F.A., 34 anos, conta que pagou R$ 1,2 mil pela regularização anual da documentação do seu carango e acabou levando calote.

Depois de ler a reportagem do DIARINHO, o peixeiro decidiu acessar o saite do Detran pra ver a quantas anda o processo. Daí, ficou sabendo que nenhuma taxa foi paga até agora. Ontem à tarde, ele foi até o despachante Gil pra saber o que tava rolando e teve a sorte de encontrar alguém por lá. Como consolo, recebeu uma promessa como resposta. “Eles falaram que tiveram um problema com uma funcionária, já que o local é arrendado. Prometeram que até sexta-feira tudo vai estar resolvido”, relata o leitor.

Jamilson Langhammer, supervisor da Circunscricional Regional de Trânsito [Ciretran] informou ao DIARINHO que ontem mais uma vítima também procurou o órgão. “Os casos estão sendo repassados ao delegado regional, que vai decidir pela abertura ou não de inquérito policial”, explicou.

Desde quinta-feira da semana passada, quatro vítimas já procuraram o DIARINHO denunciando a maracutaia do despachante Gil, no centrão peixeiro. O despachante pegou a grana dos clientes pra renovar a documentação dos carangos, comeu o dinheiro e não pagou nenhuma taxa pro governo.

Ontem, novamente, ninguém atendeu ao telefone no despachante Gil, que fica na avenida Sete de Setembro, praticamente defronte à delegadia regional de polícia civil.

  •  

Deixe uma Resposta