• Postado por Tiago

INTERNA-BAIXO-PAG-22---s---handebol-itj-sao-jose---divulgação

Time sofreu pra bater os uruguaios ontem

Eram exatamente 12h30 de quarta-feira quando a seleção brasileira de handebol, representada pelo colégio São José, de Itajaí, entrou em quadra pra enfrentar o Uruguai pela terceira rodada dos jogos Escolares Sul-Americanos, que tá rolando no Equador. Ao final da partida, vitória apertada por 18 a 17, a terceira em três jogos, dessa vez com muito drama e suor. ?Vencemos num jogo dramático, com muitas confusões da arbitragem?, fala a técnica Cláudia Monteiro.

Diferente da estreia, contra o Peru, e da segunda rodada, terça-feira, quando o Brasil venceu o Chile por 28 a 10, o jogo contra o Uruguai foi uma baita pedreira. A técnica admite que o desempenho do time foi abaixo do esperado. ?Os meninos não conseguiram fazer um bom jogo, estavam muito ansiosos. Eles acabaram ficando nervosos com a arbitragem, mas conseguimos resolver com a parte tática da equipe?, diz a treinera.

Nesta quinta-feira, os peixeiros vão enfrentar o Equador, que terá o apoio da torcida pra tentar surpreender o time verde e amarelo. ?Também não será fácil, mas sabemos que poderemos vencer se jogarmos?, alerta Cláudia, que se derrete em elogios aos garotos que comanda. ?Esses meninos foram uns heróis, jogaram como adultos e  se portaram no momento que mais precisou do jogo?.

Hoje, se a Argentina perder do Chile e o Brasil vencer o Equador, os peixeiros poderão até perder pros hermanos na última rodada que acabam o campeonato com um ponto a mais do que a Argentina e garantem o troféu de campeão. Apoio não falta, já que alguns pais dos atletas também estão no Equador.

  •  

Deixe uma Resposta