• Postado por Tiago

INTERNA_15_abre_Sérgio-Roberto-dos-Santos_foto-tito-livius-(6)

Sérgio já não sabe mais o que fazer pra receber em dia

Depois de um ano de trabalho no setor de higienização da indústria da Frigovale, que fica na Itaipava, em Itajaí, Sérgio Roberto dos Santos, 39 anos, tá se incomodando. O peão conta que além de sofrer pressão pra trocar o turno do trampo, não tá recebendo o salário em dia.

Sérgio reclama que o pagamento era pra ser feito sempre até o quinto dia útil de cada mês, mas desde março a bufunfa está entrando em caixa só lá pelo dia 20.

Há uns 10 dias os funcionários da Frigovale fizeram uma paralisação de duas horas. Depois disso, as coisas só pioraram pra Sérgio. ?Demitiram um monte de gente que tava na paralisação e agora tão me pressionando pra mudar de turno de trabalho. Eu sei que o que eles querem é que eu peça a conta, mas não vou pedir?, afirmou.

Sérgio trabalha das 18h às 24h e disse que não pode trampar de dia porque precisa cuidar da casa e da filha de 10 anos, que mora junto com ele.

Frigovale admite atraso

Oliveiro Inácio Porpino Neto, diretor de RH da Frigovale, confirmou ao DIARINHO o atraso. Ele disse que a demora na liberação da bufunfa tem como causa a venda da empresa. A burocracia na transição estaria criando problemas até no RH. Oliveiro admitiu a má fase financeira da Frigovale, mas garantiu que ninguém vai ficar sem receber.

Sobre a troca de turno, Oliveiro contou que foi uma determinação médica, já que Sérgio teve problemas cardíacos recentemente.

O controle da Frigovale, que pertence à família do prefeito Jandir Belline (PP), será passado a uma empresa paulista até o final deste mês.

  •  

Deixe uma Resposta