• Postado por Tiago

Robson Godan Hoffmann, 19 anos, executado com três tirombaços em outubro, no bairro Cordeiros, em Itajaí, foi mais uma vítima da briga por ponto de tráfico de drogas. A polícia descobriu que o traste mandou pra terra dos pés juntos Dione de Oliveira Costa, 17, com seis tiros de pistola.

O exame de balística comprovou que a arma usada por Robson foi usada pra dar fim na vida de Dione no dia 8 de junho. O resultado do exame só saiu ontem, quando a bandidagem já tinha feito justiça pelas próprias mãos.

A polícia tenta agora descobrir quem matou Robson, mas já sabe que os matadores são do bando de Dione. O delegado Rui Garcia dos Santos, da Cop, explica que os assassinatos foram mais um triste capítulo da briga entre gangues rivais que lutam por pontos de tráfico no Brejo.

Antes de matar Robson, os assassinos chegaram a tocar fogo na casa do traste, mas o espertalhão deu no pé. Dione voltava de uma festa com a namorada quando foi atacado por dois malacados que tavam numa motoca. O bandido também era metido a gostosão e tava de chamego com a namorada da própria vítima.

  •  

Deixe uma Resposta