• Postado por Tiago

A casa caiu pra Cristiane Silva dos Santos, 23 anos. A moçoila é acusada de estar envolvida no assassinato do pintor Rui Rafael Zimmerman, 31, encontrado morto há uma semana. Ela tava pedida pela justa e foi presa na noite de quinta-feira pela equipe de investigação da polícia civil de Bombinhas. Um dimenor e outro dimaior que também participaram da barbaridade tão na mira dos homisdalei.

Com um pedido da justa embaixo do braço, os tiras bateram na casa da rua Orca, no bairro Zé Amândio. Eles guentaram Cristiane e a mandaram direto pro xilindró. Pra puliça, a moça foi quem deu a facada que abriu um rasgo na cachola de Rui. Ela estaria metida no arranca-rabo que rolou na madrugada de 18 de setembro e tirou a vida do coitado. Junto com um dimaior e o dimenor R.S.M., 17, a vítima foi esfaqueada até a morte.

Pra equipe de investigação, o crime foi passional. Cristiane é ex-companheira de Rui e tava saindo com R.S.M. fazia pouco tempo. Atual e ex se encontraram no bar SOS, na avenida Leopoldo Zarling, onde armaram o maior barraco. Em seguida, resolveram acertar as contas na praia, o que terminou com a morte do pintor.

O menor de idade foi preso horas depois do crime na casa do avô, no bairro Monte Alegre, em Camboriú. Ele prestou depoimento mas foi liberado, porque não teve flagrante. A batata do gurizão, mesmo assim, tá assando, pois o juiz da comarca já determinou que o minipilantra seja trancafiado. A justa caneteou e ele deverá passar os próximos três anos atrás das grades do Centro de Internamento Provisório (CIP) São Lucas, em São José.

O terceiro envolvido no crime tá na mira dos tiras. Os policiais já sabem que ele tá escondido no Paraná e entraram em contato com os companheiros do estado vizinho pra mandá-lo pra cadeia. O homem não teve o nome divulgado pra não melar as investigações.

  •  

Deixe uma Resposta