• Postado por Tiago

Um pescador de Tijucas não vai esquecer nunca mais a madrugada gelada de ontem. O coitado teimou em sair pro mar, apesar do tempo ruim, e acabou ficando à deriva numa balsa. Por sorte, bombeiros que procuravam o corpo de um outro pescador, que tá desaparecido, o encontraram e o levaram são e salvo pra terra firme.

José Medeiros, 57 anos, saiu de casa na segunda-feira pra encher o barco de peixes. Ele tava a bordo de um barquinho a motor, pequeno. A quase dois quilômetros da praia de Zimbros, em Bombinhas, o pescador desceu da embarcação e subiu numa balsa pra ficar de zóio na peixarada.

Quando terminou a pescaria e tentou voltar, no final da tarde, viu que seu barco tinha sido tomado pela água, e tava afundando. Com medo de ir parar nas profundezas, José decidiu esperar na balsa até que alguém se desse conta de seu sumiço e fosse resgatá-lo.

Só ontem de manhã, um dos filhos do pescador avisou os vermelhinhos que o pai não tinha voltado do mar. O pessoal que trampava nas buscas a outro pescador, que tá sumido desde sexta-feira, fez uma varredura na área e conseguiu encontrar José, gelado feito um picolé.

Os bombeiros contaram que o pobre tava muito nervoso. Disse que tinha passado um baita cagaço durante a madrugada, porque o vento era muito forte. Apesar do frio de bater queixo, o pescador guentou legal e nem precisou ir pro hospital – foi direto pra casa.

Buscas continuam

Depois da boa ação, os vermelhinhos seguiram nas buscas a Alexandrino Vieira, 47. Ele saiu pra pescar quando raiava o dia, na sexta-feira, e não voltou mais. O barco que ele pilotava apareceu no rio Tijucas, com o motor ligado e recheado com o material da pescaria. Apesar das bizolhadas, o pobre ainda não foi encontrado.

  •  

Deixe uma Resposta