• Postado por frandiarinho

Uma nova etapa das vidas de 30 famílias de pescadores artesanais de Barra Velha começa a ser escrita na próxima terça-feira. Neste dia, a cooperativa de Habitação dos Agricultores Familiares dos Três Estados do Sul (Cooperarhaf), juntamente com a prefa de Barra Velha, Epagri e Colônia de Pesca Z-4 apresentam a proposta do convênio para a construção de 30 moradias para famílias que recebem até três salários mínimos e não possuem casa própria.

Os pescadores passarão a ser mutuários e receberão casas de alvenaria de 36 a 46m². Serão 16 unidades construídas em terrenos diversos do centro de Barra Velha, de propriedade dos pescadores. Outras oito serão erguidas na área da COHAB nova do bairro São Cristóvão, e seis em Itajuba, também em área de propriedade do município. O valor da prestação ainda está definido aos mutuários, mas pela regulamentação da cooperativa, não pode ultrapassar 20% da renda total da família.

  •  

Deixe uma Resposta