• Postado por Tiago

A nutricionista Amanda Epifânio dá as dicas de fazer aquele lanchinho esperto sem o risco de piriri

Espetinho de camarão

O camarão não é um alimento de alto valor calórico, entretanto, quando frito, essa característica é perdida e cada espeto alcança um teor calórico de mais ou menos 250 calorias. A mesma quantidade (100g) de camarão cozido, assado ou grelhado não ultrapassa 100 calorias. O ideal é buscar estabelecimentos que ofereçam espetos assados ou grelhados.

Raspadinha

As raspadinhas aparentemente são boas fontes de hidratação na praia, entretanto é fundamental conhecer a procedência do gelo, pois é um ingrediente de elevado grau de contaminação. Uma raspadinha de groselha apresenta mais ou menos 150 calorias, o equivalente a dois picolés de frutas, sendo que os picolés são mais seguros.

Caipirinha

Para quem não resiste a uma caipirinha no verão, a melhor opção é consumir as versões preparadas com saquê. Enquanto uma caipirinha preparada com vodka pode chegar a 300 calorias, as preparadas com saquê não ultrapassam 120 calorias.

Cerveja

Além do teor calórico, cada lata de cerveja contém 175 calorias, o álcool é um potente desidratante. Existem as versões de cervejas sem álcool, que reduzem em mais da metade as calorias (60 calorias/lata) e não apresentam o efeito indesejável da desidratação.

Amendoim

O amendoim tem elevado valor calórico, cada porção (uma colher de sopa cheia) tem cerca de 100 calorias. Além disso, a forma mais comum de comercialização desse alimento é a salgada, o que pode aumentar o risco de desidratação – situação que pode se agravar quando há associação com o álcool. A melhor conduta é evitar o seu consumo na praia.

Biscoito de polvilho

Os biscoitos de polvilho sempre estão nas recomendações de alimentos seguros para serem consumidos nas praias. Entretanto, também é um alimento calórico. Um pacote de 100g tem 460 calorias, equivalente a um pastel de carne simples. Esse biscoito também é muito rico em sódio, cada pacote contém o equivalente a 1,5g de sal.

Tapioca

Uma tapioca sem recheio contém em torno de 200 calorias, quantidade equivalente a cerca de 10 colheres de arroz. Com recheio, a iguaria pode ultrapassar 400 calorias, o que é equivalente a um prato de refeição completo: arroz, feijão, peixe grelhado e salada variada. Ou seja, não vale como sobremesa.

Refrigerante

Cada lata de refrigerante tradicional contém cerca de 150 calorias. Quando consumidas em suas versões light, as calorias são reduzidas a zero. Mas não é recomendável para quem tem problemas estomacais, pois agridem a parede do estômago.

Picolés

Os picolés cremosos mais simples de chocolate costumam ter em torno de 100 calorias, mas há versões que podem ter até mais de 200 calorias. Melhor opção são os picolés de fruta. “Além de não ultrapassarem mais de 60 calorias, são fontes importantes de hidratação para o consumo na praia”, explica a nutricionista.

Queijo coalho

Espetos de queijo coalho, apesar da aparência inocente, são alimentos de elevado valor calórico. Cada espeto de 60g contém cerca de 200 calorias. O valor calórico é semelhante ao de um sanduíche preparado com duas fatias de pão integral, duas fatias de peito de peru e uma fatia de queijo minas frescal. Então dá piriri.

Pastel e acarajé

Pastéis e acarajés são frituras e, como qualquer fritura, tem elevado valor calórico. Cada unidade de acarajé tem em torno de 300 calorias. O pastel pode variar entre 450 a 900 calorias, dependendo do tamanho e do recheio. Além disso, o óleo para a fritura é reutilizado ou passa um dia inteiro sob altas temperaturas. Essa prática produz substâncias que aumentam o risco de desenvolvermos doenças cardiovasculares.

Milho verde com manteiga

O milho verde é uma das melhores opções comercializadas nas praias. É uma fonte alimentar nutritiva, rica em carboidrato, e, diferentemente dos aperitivos, é capaz de matar a fome e manter a saciedade por um período mais prolongado. Cada espiga média de milho apresenta mais ou menos 130 calorias, valor calórico equivalente a uma colher de sopa de manteiga. Logo, a principal recomendação em relação ao milho é abrir mão da manteiga.

  •  

Deixe uma Resposta