• Postado por Tiago

A câmara de vereadores tava num vermelho só ontem de manhã. Ideli ficou cercada por membros do seu partido, o PT. O vereador Níkolas Reis, o ex-prefeito Volnei Morastoni, o deputado federal Décio Lima e sua esposa, a deputada estadual Ana Paula Lima, fizeram companhia à senadora na bancada da casa do povo.

Volnei fez um longo discurso e se disse interessado em solucionar de vez as pendengas no porto de Itajaí. “Resolver essa situação é questão vital. Pra salvar Itajaí, nós temos que salvar o porto. É a nossa fábrica de emprego e renda”, disse.

O barbudinho reforçou a fala da senadora Ideli, dizendo que a vinda do exército seria determinante pra conclusão das obras nos berços do porto. Volnei prometeu continuar lutando pela retomada das atividades no cais. “Quando o porto está bem, o açougue está bem, a mercearia está bem. Uma coisa depende da outra”, afirmou.

O deputado Décio Lima foi mais breve e usou o microfone pra fazer charme. “Eu ia ficar quieto hoje porque quando quero ajudar sou mal entendido, mas nessa situação não tem como. Quero deixar claro que desde o dia 22 de novembro, quando começou o problema da enchente, não tem nenhum político agindo com maldade com relação a Itajaí. Ninguém é político suicida. Nós precisamos de uma ação definitiva para os problemas daqui”, choramingou.

O encontrinho com beicinhos, bafões e cobranças durou quase duas horas. No fim, a senadora Ideli Salvatti se comprometeu a levar todos os pedinchos de agilidade até a secretaria de portos, em Brasília.

  •  

Deixe uma Resposta