• Postado por Tiago

CONTRACAPA---s---mundial-jet-ski---foto-divulgação

Cidade será palco da última etapa do mundial sobre ondas. Pilotos de 14 países, entre eles o catarinense cabeludo Alexander Lenzi, estarão na disputa

A partir da próxima sexta-feira, dia 23 deste mês, a cidade de Balneário Piçarras vai se tornar a capital mundial do jet ski. Pela primeira vez na história, a city vai receber uma etapa do campeonato mundial da modalidade, na categoria sobre ondas, e logo a última do torneio, que vai definir os campeões.

Espécie de WCT do jet ski, ou seja, a primeira divisão do esporte, o mundial teve as primeiras etapas na França e Estados Unidos, e agora chega ao Brasil com os melhores pilotos do planeta pro Jet Waves World Brasil 2009. Organizada pela federação de Esportes Radicais (FER) e associação Internacional de Freeride (IFWA), a disputa deve atrair mais de 20 mil pessoas, entre equipes, organizadores e turistas.

O clima deve esquentar logo no primeiro dia, a partir das 10h, com a bateria classificatória. Às 14h, a competição chega às oitavas-de-final, seguido de um dos momentos mais aguardados, o best jump, categoria onde os pilotos têm três minutos pra arriscar altos saltos sobre as ondas da região norte da praia de Piçarras. ?Vem os melhores do mundo. Não temos ondas tão boas como Itajaí, mas a expectativa é excelente. O nível vai ser altíssimo?, fala Marcelo ?Tchello? Brandão, organizador do evento, que ainda garante que 30 pilotos já tão confirmados na etapa.

O cabeludo voador vem aí

Dividido em duas categorias, com manobras sobre as ondas ? que é o que vai rolar em Piçarras ? e de manobras usando apenas as marolas do mar, o jet ski é bastante popular na Santa & Bela graças às façanhas de Alexander Lenzi, o catarina cabeludo malucão.

Natural de Jaraguá do Sul, Lenzi sempre treina suas manobras em Piçarras, que o ajudaram a conquistar 10 vezes o título do campeonato brasileiro e diversos títulos internacionais, incluindo três mundiais. ?O Lenzi é um dos brasileiros favoritos ao título (da etapa)?, garante Tchello.

O catarinense voador vai ter ainda mais vontade de vencer em Piçarras, porque desde 2004 um brazuca não vence o mundial. Lenzi foi consagrado o melhor do mundo pela última vez em 2003. Sem chances de faturar o mundial, já que não correu as duas primeiras etapas, Lenzi vai fazer a galera delirar com o tradicional show noturno de manobras, de frente ao calçadão da avenida Beira-Rio, no rio Piçarras, às 21h de sexta.

Gringo quase lá

Campeão das duas etapas que já rolaram, o americano Ross Champion, que tem campeão até no nome, tá com 46 pontos, no primeiro lugar, seguido do italiano Federico Bufacchi, que tem 29 pontos. O americano só perde o título se fizer uma baita cagada. O único brazuca no ranking é Tiago Geitens, que tem nove pontinhos.

  •  

Deixe uma Resposta