• Postado por Tiago

CAPA-ABRE---sessao-camara-picarras---foto-Felipe-VT039

Professores lotaram a câmara pra fazer pressão

A câmara de vereadores de Balneário Piçarras aprovou na noite de ontem, em primeira votação, o novo plano de carreira pra turma da educação. Os professores, indignados com a a proposta enviada pelo prefeito Umberto Teixeira (PP), invadiram a casa do povo pra tentar convencer os vereadores a votarem contra o projeto. De nada adiantou. Quatro parlamentares não deram bola pros professores e assinaram embaixo do projeto. A oposição não ficou quieta e dois vereadores bateram boca no plenário.

Os professores não concordam com a modificação da quantidade de horas/aulas que foi determinada no plano de carreira e também ficaram cabreiros com um artigo que permite que a prefa mude o professor de escola quando bem entender, bastando pra isso apenas enviar um ofício à diretora do colégio. O projeto ainda tinha um artigo que proibia os professores de fazerem greve. Como o beicinho é um direito garantido pela constituição, uma emenda da própria bancada do governo acabou com o absurdo antes da votação.

Barraco

O oposicionista Ivo Fleith (PSDB) soltou o verbo na tribuna e disse não concordar com praticamente nada na proposta. ?Acho um absurdo um projeto como este ter sido realizado pela secretaria de Educação?, lascou. As críticas deixaram o líder de governo, Mauricio Köche (PP), cabreiro e o maior barraco rolou entre os dois vereadores.

Ninguém entendia necas do que eles berravam e o presidente da casa, Osmar Francisco Pedroso (PMDB), teve de interferir. Flávio Tirnoni (DEM) também se manifestou contra a proposta e disse que, se a medida for aprovada, a prefa vai ter poderes demais sobre a categoria e que isso não era saudável para ninguém.

Protesto calminho

Apesar da câmara estar lotada de professores e membros de sindicatos, os protestos foram bem meia-boca. Nada de faixas ou cartazes e gritaria. Apenas uns murmurinhos de irritação enquanto os vereadores defendiam a proposta da prefa. A medida foi aprovada em primeira votação por 4 a 3. No dia 22 de dezembro haverá uma sessão extraordinária pra segunda votação.

  •  

Deixe uma Resposta