• Postado por Tiago

Foi em Camboriú e Balneário Camboriú. De quebra, policiais recolheram 21 máquinas caça-níqueis

Bancas do centro das duas cidades foram o alvo principal

Dezessete bancas do jogo do bicho foram detonadas em Balneário Camboriú e Camboriú. A operação, que rolou na sexta-feira, durou o dia todo e recolheu, de lambuja, 21 máquinas caça-níqueis que funcionavam dentro de algumas das bancas.

O atraque começou assim que o sol nasceu. Ao mesmo tempo, os policiais bateram em 13 bancas de Balneário. Deram o teje preso em quem tava por lá fazendo uma fezinha pros jogadores de plantão. O mesmo rolou em quatro pontos de Camboriú. As batidas aconteceram contra bancas Ponto Chic e Zebrinha.

A polícia militar não informa o endereço das bancas. O DIARINHO apurou que a maioria dos atraques rolou no centro da Maravilha do Atlântico e de Camboriú e no bairro Monte Alegre, também na cidade da pedra.

Nos pontos de jogatina foram apreendidos bloquinhos pra anotação do jogo do bicho e tíquetes de resultado de apostas. Todos os detidos foram liberados depois de fichados e vão responder processo em liberdade.

Pra surpresa dos tiras, dentro de algumas bancas onde rolava o jogo do bicho havia também máquinas caça-níqueis. Ao todo, foram guentadas sete traquitanas que comem a grana dos jogadores viciados. Algumas das máquinas eram de maleta, portáteis, e ficavam escondidas dentro de um caixote pra evitar o flagrante. Outras eram formadas por diversas peças de computador e ficavam no meio das bancas.

Pra não perder o ritmo, os fardados bateram ainda num apê da rua 501 onde tinha uma denúncia de prática de jogo ilegal. Quando deram o atraque, encontraram 14 papa-tansos funcionando a pleno vapor. Os tiras fizeram o dono do apartamento assinar um termo pra sisplicar depois pra dona justa e recolheram as geringonças do local. As peças das máquinas foram levadas pro depósito do 12º batalhão da PM, em Balneário.

  •  

Deixe uma Resposta