• Postado por Tiago

A equipe da central de Investigação de Balneário Camboriú divulgou ontem o retrato-falado do vagabundo que matou a jornalista Pamela Cristiane Mittman, 26 anos, durante um assalto na madrugada de 24 de janeiro, na rua Aurora, no bairro Jardim Iate Clube.
O agente policial da Diretoria Estadual Investigações Criminais (Deic), Cassius Clay Bertoli, veio de Floripa só pra fazer o desenhinho do coisa-ruim. Especialista em retratos-falados há 24 anos, ele bateu um papo com testemunhas do roubo seguido de morte. Pela descrição, o vadio que matou Pamela tem pele clara, cabelos escuros, é magro, tem cerca de 1,80m de altura e aparenta ter uns 25 anos.

A descrição será espalhada pelas delegacias da região pra ajudar os homisdalei e o povão a identificar o assassino. ?Não temos suspeitas. Só temos a descrição do cara que vamos espalhar?, disse o delegado André Manoel de Oliveira Filho. O dotô comentou ainda que a imagem do retrato falado não parece com a de nenhum bandido conhecido na região.
Quem tiver alguma informação que possa ajudar a puliça a prender o traste deve ligar pro 181 da polícia civil, até mesmo de forma anônima. A denúncia também pode ser feita no telefone da central, o (47) 3264-6614.

O crime

Lá pela 1h de domingo, três putos armados renderam três pessoas de uma mesma família que chegavam a casa. Eles roubaram R$ 600. Um deles, no andar de cima, sozinho com Pamela, pegou cerca de 1200 dólares, um notebook, celulares e joias. Depois lascou o tirombaço na cachola da mulher. Os outros vadios também apavoraram e deram chutes e coronhadas nas outras vítimas.

  •  

Deixe uma Resposta