• Postado por Tiago

Uma desgraceira marcou a noite de terça-feira em Balneário Camboriú. Uma professora foi atropelada por uma moto na esquina da rua Itália com a avenida do Estado, no bairro das Nações. A mulher ficou toda quebrada, foi levada pro hospital, mas não resistiu aos ferimentos e partiu dessa pra uma melhor.

Ninguém soube apontar ao certo como aconteceu a tragédia. A professora Amélia Conceição Cunha, 47 anos, atravessava a rua quando foi atingida pela moto Biz, placa MBU 7037 (Itajaí). A cabrita era dirigida por S.S., 59, que disse que ainda tentou desviar da pedestre, mas já era tarde demais: acabou acertando a coitada com tudo.

Com o impacto, a vítima teve o pulmão perfurado e ainda sofreu traumatismo craniano. A professora recebeu os primeiros atendimentos no local do acidente pelos socorristas dos bombeiros e em seguida foi levada pro hospital Santa Inês. Ela foi internada em estado grave, mas não conseguiu resistir e acabou morrendo por volta das 23h30. O corpo foi levado pra perícia do Instituto Médico Legal (IML) da Maravilha do Atlântico Sul e depois liberado aos familiares.

Natural de Pouso Redondo, no Alto Vale do Itajaí, Amélia morava na rua Itália, pertinho do local onde aconteceu o acidente. A polícia agora tenta identificar de quem é a responsabilidade no acidente. Os palpiteiros de plantão dizem que a professora atravessou a rua na frente da motoca.

Biguaçu

Um andarilho morreu atropelada terça-feira, por volta das 19h30, na BR-101, em Biguaçu, na região da Grande Florianópolis. O acidente aconteceu próximo ao trevo de acesso a Governador Celso Ramos.

  •  

Deixe uma Resposta