• Postado por Tiago

Os números são de alarmar: no feriadão das festas de final de ano, Natal e Réveillon, rolaram nove mil acidentes nas rodovias federais brasileiras. Os porradaços resultaram em 455 mortes. Pelas estatísticas, os acidentes aumentaram 4% em comparação ao mesmo período de 2008. Só nas estradas da Santa & Bela foram registradas 46 mortes. Os dados são da polícia Rodoviária Federal (PRF).

Para a PRF, o aumento na quantidade de veículos foi um dos fatores responsáveis pelo aumento no número de porradaços. Além disso, o excesso de chuvas na região Sudeste e parte Sul do país também colaboraram para as batidas rolarem. As duas regiões foram as campeãs de acidentes e representaram 2/3 das batidas de todo o país.

Na Santa & Bela, em 24 dias de operação, foram registradas 1536 porradas, que resultaram em 46 mortes. Só no feriadão de Ano Novo nove pessoas partiram dessa pra uma melhor em acidentes, mais que o dobro da quantidade de mortes registradas no ano passado. Em compensação, o número de acidentes, 320 ao todo, é 12% menor que o de 2009.

A maior parte dos porradaços que terminou em tragédia é de batidas de frente, responsáveis por 35% das mortes. Pelos cálculos da PRF, o número de desgraças poderia ter sido ainda maior se não tivesse rolado uma bizolhada nas rodovias. Nos últimos 24 dias, quase 20 mil carangos, motos e caminhões foram fiscalizados e a metade ganhou canetaço. Também foram guentadas 228 carteiras de motoras e 65 sem-noção foram em cana por dirigirem manguaçados.

  •  

Deixe uma Resposta