• Postado por Tiago

INTERNA_11_abre_porteineres-chegam-no-porto-de-itajai-_foto-felipe-vt

Aparelho simula operação até nas girafonas portêineres

Até meados do ano que vem Itajaí deve contar com um simulador de operação de equipamentos portuários que vai servir para capacitar os quase três mil trabalhadores da área em todo o estado. Ao menos é o que espera Saul Airoso da Silva, presidente da intersindical dos trabalhadores e diretor de integração do porto público de Itajaí. Esta semana, comemora Saul, o conselho de Desenvolvimento da secretaria regional do governo do estado aprovou projeto para a compra do simulador.

Itajaí será o primeiro porto do Brasil a contar com o equipamento, que foi desenvolvido e fabricado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O preço estimado é R$ 1,8 milhão. Saul Airoso foi ao Rio conhecer pessoalmente o simulador, chamado de Sincrame. ?É uma cabine que imita os equipamentos em movimento. Lá dentro você tem a sensação de que de fato está operando um maquinário?, explicou o sindicalista ao DIARINHO. ?Isso vai dar um grande know how [experiência] aos nossos trabalhadores?, completou.

O Sincrame pode ser usado pra peãozada treinar para poder operar praticamente todos os tipos de equipamentos do cais do porto. Desde os guindastezinhos móveis que andam pra lá e pra cá no pátio, até as girafonas portêineires e os transtêineres, que são aquelas gigantescas empilhadeiras de contêineres que têm no pátio do porto de Navega.

O simulador fará parte do acervo do instituto de formação que até o ano que vem deverá estar funcionando em Itajaí. Saul ressalta que o equipamento servirá para formar mão-de-obra capacitada tanto para os portos públicos de Itajaí, São Francisco do Sul e Imbituba quanto para os terminais privados espalhados pelo estado. Os trabalhadores portuários dos portos públicos chegam 1,8 mil. Outro 1,2 mil trampam nos terminais da iniciativa privada.

O porto de Itajaí bancará toda a estrutura para receber o simulador. O governo do estado entrará com a grana.

  •  

Deixe uma Resposta