• Postado por Tiago

A Superintendência do Porto de Itajaí divulgou na manhã desta terça-feira, 11, durante a reunião do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) de Itajaí, as estatísticas das operações do complexo portuário do rio Itajaí-Açu durante o período compreendido entre os meses de janeiro e julho de 2009. Os números apontam para a estabilização das escalas durante os três últimos meses, entretanto, mostram uma preocupante redução em comparação com julho do ano passado, de 16%.

“Analisando separadamente as operações dos terminais que compõe o complexo, observa-se um pequeno crescimento na movimentação da Portonave Terminais Portuários Navegantes SA (com 61 escalas) e redução nas atracações no Porto Municipal e Terminal de Contêineres do Vale do Itajaí – Teconvi (19 escalas)”, informa o diretor comercial do Porto de Itajaí, Robert Grantham. Segundo o executivo, no acumulado do ano observa-se um avanço de 150% nas operações da Portonave e recuo de 63% nas operações do Porto Municipal/Teconvi.

As estatísticas ainda mostram que ocorreu um discreto aumento nas exportações do mês de julho, em comparação a junho. Porém, a queda acumulada no ano é de 33,07%. Nas importações observa-se um crescimento constante nos últimos meses, com retração de 9,9% na comparação com julho de 2008.

A movimentação de contêineres [unidades] no complexo como um todo apresentou moderado crescimento [nas exportações e importações] com relação a junho deste ano, entretanto, com queda de 14% comparativamente ao mesmo mês do ano passado. Em contrapartida, se analisados apenas os números do Teconvi/Porto Publico, a retração foi de 68% no mês [comparado a julho do ano passado] e de 74% no acumulado dos sete meses de 2009.

Embora a situação esteja preocupante no Porto de Itajaí e as empresas armadoras estejam reduzindo escalas, há indício de que a crise está sendo superada, mesmo que lentamente. A Organização Mundial do Comércio (OMC) calcula que o comércio global terá uma retração de 10% neste ano, a maior em 70 anos, e a European Liners Affairs Association (ELAA) aponta que o volume total de contêineres importados na Europa caiu 20,6% nos primeiros cinco primeiros meses de 2009, em relação ao igual período do exercício anterior.

  •  

Deixe uma Resposta