• Postado por Tiago

PAGINA-10-BASE-colocação-final--estaca

Estaca passou dos 55 metros

O trampo de dragagem do canal de acesso e da bacia de evolução do complexo portuário recomeçou ontem e promete deixar de uma vez por todas o rio Itajaí-Açu pronto pra receber navios de grande porte. A promessa é que em 20 dias naviozões atraquem sem problemas no porto peixeiro e na Portonave, em Navegantes.

A draga Ham 309, da Somar Serviços de Operações Marítimas, em conjunto com a Draga Iguazu, foi contratada pelo porto de Itajaí pra fazer a manutenção do canal de acesso aos terminais. A dragagem vai ser paga pela Portonave e pelo Terminal de Contêineres do Vale do Itajaí (Teconvi). Os dois fizeram uma vaquinha e terão que desembolsar no total R$ 3,5 milhões pelo trampo. A dragagem terá que ser entregue no máximo em 21 dias com a retirada de 400 mil metros cúbicos de bagulhadas do fundo do rio.

Enquanto a dragagem é retomada no canal de acesso ao porto, o consórcio TSCC ? formado pelas empresas Triunfo, Serveng e Constremac ? responsável pelas obras de reconstrução do cais e retroárea do porto peixeiro -, encerrou na sexta-feira passada a cravação da estaca teste. A estaca atingiu a profundidade de 55,3 metros. Os trabalhos tiveram a supervisão da empresa Geoport Gerenciamento e Execução de Obras Portuárias, especializada em geotécnica e fundações.

O diretor técnico do porto, André Luiz Pimentel Leite da Silva Júnior, disse que a próxima etapa dos testes é a prova de carga estática, que vai determinar a capacidade de carga da estaca. O engenheiro Paulo Muller, do Consórcio TSCC, falou que os testes de carga vão rolar até o início da próxima semana, quando a estaca será submetida à pressão pra confirmar a capacidade de carga mínima de 350 toneladas.

Enquanto rolam os testes, os dirigentes do consórcio vão até Brasília pros acertos finais da ordem de serviço, que deve ser emitida pela Secretaria Especial de Portos (SEP) nos próximos dias.

  •  

Deixe uma Resposta