• Postado por Tiago

Todos esperavam que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) mantivesse a pena imposta ao Porto, com a perda de 12 pontos por escalar um jogador irregular, e deixasse o Camboriú classificado pro quadrangular final do Catarininha. Mas o resultado do julgamento, que rolou ontem à tarde, no Rio de Janeiro, mudou tudo, pois o Porto perdeu só seis pontos.

Antes com 31 pontos na classificação geral, o Porto foi pra 25 e empatou com o Camboriú. Mas como só os pontos são tirados, o número de vitórias, nove contra sete, devolveu a vaga no quadrangular ao time do Planalto Norte do estado.

O resultado, de nove votos a zero, acabou com o ânimo da diretoria do Cambu, que tava confiante na vitória. “Eles (STJD) falaram que o regulamento do campeonato é alienígena, do fim do mundo. Tiraram sarro, foram grosseiros”, conta o presidente do Camboriú, Henrique Coppi.

Com o gasto de 50 mil reales que teve enquanto o campeonato tava parado, Coppi vai liberar jogadores e comissão técnica ainda hoje. Pra recuperar parte dessa grana, o clube vai fazer uma rifa com o sorteio um carro zero quilômetro, no dia 28 de novembro, mas até as cartelas tão phoda de vender.

Agora o Cambu para pra planejar 2010. “Vieram alguns interassados em fazer parceria. Não sei se vou começar a resolver este ano ou em janeiro”, fala o presidente, que desabafou. “O sentimento é de decepção. Rasgaram o regulamento assinado pelos presidentes, não teve valor. Nessa história, a gente é o menorzinho. Esperava a vitória, tinha quase certeza disso, mas é obrigado a acatar. Dá um baquezinho agora, mas depois é tocar a vida. Em alguns dias passa”.

No outro julgamento, o STJD foi bonzinho com o Hercílio Luz e manteve a pena do Concórdia. Com tudo resolvido, o quadrangular do Catarininha finalmente começa no domingo, com Hercílio Luz x Imbituba e Porto x Juventus, ambos os jogos às 17h.

  •  

Deixe uma Resposta