• Postado por Tiago

Parece que enterraram uma cabeça de burro na porta do conselho tutelar de Balneário. A posse da chapa eleita deveria rolar hoje, mas foi transferida pro fim do mês por suspeita de trambicagem que tá sendo averiguada pelo ministério público.

Os planos do pessoal da chapa “Braços Abertos” começaram a ser barrados logo depois da eleição, assim que chegaram denúncias de irregularidades ao MP. Como a promotora da vara da infância e juventude, Larissa Mayumi Karazawa Takashima Ouriques ainda não terminou de analisar a acusação, os integrantes do conselho municipal da criança e do adolescente (CMDCA) decidiram transferir a posse pro dia 31 de agosto. “Tomamos esta decisão porque houve um pedido de impugnação e é um fato novo no processo. E tivemos embasamento no que houve ano passado”, explica a presidente do CMDCA, Juliana Zimmermann Buerger.

A denúncia partiu da chapa perdedora, “Sonho de Criança”, que procurou o MP alegando que os concorrentes fizeram boca de urna e transporte de eleitores com carro da secretaria de inclusão social. “Muitos simpatizantes foram vistos plantados em frente à escola da Barra e nas Nações e foi logo ali onde deu resultado desproporcional”, conta o responsável pela chapa concorrente, Maycon Agne.

A promotora Larissa já tá com a denúncia e deve colher depoimentos dos envolvidos na eleição e apurar os fatos nos próximos dias. A dotôra pode instaurar uma ação civil pública ou arquivar a denúncia.

  •  

Deixe uma Resposta