• Postado por Tiago

GERAL-9-BASE---g---postinho-de-saude

Postinho não tinha nem sala de vacinação

A obra do posto de saúde de Santa Luzia, em Porto Belo, deve acabar no mês que vem. A previsão é do secretário de Saúde Antônio Ballestero Garcia Júnior. A reforma e a ampliação do postinho custam cerca de R$ 110 mil pros cofres públicos e começaram em novembro do ano passado. Desde então, moradores da localidade têm que procurar o posto do Alto Perequê pra conseguir atendimento médico.

Desde novembro, a Cristal, construtora de Porto Belo que ganhou a licitação, fez a ampliação dos consultórios médicos de clínica geral, ginecologia, pediatria e fez ainda uma salinha pra um dentista poder atender a galera. ?O posto tem os mesmo espaços e equipamentos de qualquer unidade básica?, diz Ballestero. Como a construção já está nos retoques finais, a prefa já licita a compra dos móveis e materiais especiais pro atendimento do povão.

Pra reforma, foi liberado pouco mais de R$ 39 mil pelo governo da Santa & Bela e outros R$ 13 mil saíram dos cofres da prefa. Já a compra de equipamentos chegou a quase R$ 60 mil, também divididos entre estado e município. Toda a garibada custou R$ 112 mil pros cofres públicos.

O postinho da Santa Luzia estava velho pacas, com problemas na estrutura e falta de espaço pra acomodar os pacientes. Não tinha nem banheiros adaptados pra deficientes ou sala de vacina especial. As picadinhas eram aplicadas num cubículo improvisado por lá. Pra piorar a situação, o postinho não acomodava dentista e ficou virado num alho com a chuvarada de novembro de 2008, que detonou muitos móveis e portas.

Posto do Alto Perequê

Enquanto a obra rola a todo o vapor, a comunidade tem que engolir sapo e procurar atendimento médico no postinho de saúde mais próximo, o do bairro Alto Perequê. No entanto, o posto de lá também está esculhambado. É velhinho e tem ficado sobrecarregado com a demanda.

O secretário de Obras garante que o postinho do bairro vizinho também será reformado. A previsão é que em março a obra comece por lá, assim que for aberto o posto de saúde do bairro Santa Luzia. Pra alegria de uns e tristeza de muitos, a previsão é que toda a demanda dos dois bairros passe pro potinho recém-reformado.

A construção do posto do bairro Alto Perequê deverá ser licitada nos próximos dias e custará a bagatela de R$ 120 mil, divididos entre prefa e governo do estado.

  •  

Deixe uma Resposta