• Postado por Tiago

INTERNA_12_abre_-avenida-minas-gerais_foto-olívia-palito-(1)

Comer poeira faz parte do cotidiano na avenida Minas Gerais

O pessoal que vive nas baias da avenida Minas Gerais, no bairro Areias, em Camboriú, não aguenta mais conviver com a poeira. A rua é bem movimentada e cada vez que um carango, moto ou caminhão passa por ali levanta uma baita nuvem de pó. ?Não tem casa que fique limpa. Você tira o pó de manhã e à tarde já tá tudo sujo de novo. É um absurdo?, diz a professora Alessandra Amorim, 38 anos.

Ela tem bronquite e diz que desde quando se mudou pra avenida Minas Gerais, há três anos, precisou voltar a usar bombinha pra conter as crises. ?A prefeitura devia pavimentar isso aqui. É a cidade da pedra, podiam pelo menos colocar paralelepípedo?, bronqueia.

A auxiliar de serviços gerais Maria de Lurdes Branco, 49, que ontem passava pela avenida em sua ziquinha, diz que o pó chega a impregnar na pele. ?Pega na gente essa poeira. Não tem o que tire?, siqueixa.

O servente de pedreiro Paulo Moraes, 55, diz que a poeira só diminui quando o caminhão da prefa passa por ali despejando água. ?De vez em quando molham a rua, mas depois que seca volta a ficar tudo na mesma. A roupa chega a sujar no varal?, reclama.

O encanador Marcelo da Silva, 26, que também mora por ali, afirma que já tá cansado de pedir aos barnabés pra regarem a avenida. ?A gente pede direto. Mas eles só vêm quando tem uma reclamação, senão não aparecem?, alfineta.

Prefa promete asfalto

Márcio Rosa, secretário de Obras da Capital da Pedra, diz que a passagem do caminhão que molha a estrada só não é mais constante porque, pra ele, não adianta muita coisa. ?O caminhão não dá conta porque a avenida é muito larga e o fluxo ali é muito intenso?, alega.

A boa notícia é que a prefa resolveu se coçar e pedinchou recursos pro governo Federal e Estadual pra asfaltar toda a avenida. ?Teve uma sobra dos recursos da pavimentação de uma parte da Minas Gerais, que já tá pavimentada, que foram liberados pela Caixa Econômica Federal?, conta Rodrigo Morimoto, secretário de Planejamento. ?Protocolamos projeto pra usar essa verba pra terminar a avenida. Também tem um pedido de recursos junto à Secretaria de Desenvolvimento Regional?, completa o abobrão.

Mas pra quem tá ansioso pelo asfalto, é bom tirar o cavalinho da chuva. ?Assim que o recurso for liberado nós licitamos a obra. Só não podemos garantir que seja no ano que vem?, afirmou.

  •  

Deixe uma Resposta