• Postado por Tiago

Usuários do sistema de transporte coletivo da Grande Floripa terão que ficar de orelhas em pé a partir de segunda-feira. Por conta do impasse pra resolver alguns pontos do dissídio coletivo dos trabalhadores, a rapaziada mandou avisar que a partir de segunda-feira paralisações como as que já rolaram este mês podem acontecer sem prévio aviso. Pra quinta-feira, tá marcada uma assembleia que pode decidir pela greve por tempo indeterminado.

O sindicato dos trabalhadores não tá mais muito a fim de papo. Garante que é o fim da picada a promessa de cortar as horas paradas e insistir em demitir 70% dos cobradores pra então os empresários começarem a pensar em dividir os lucros com a peãozada.

A assembleia marcada pra quinta-feira poderá ter uma grande adesão. Os trabalhadores do sistema rodoviário da Santa & Bela, vinculados ao mesmo sindicato e por também estarem em discussão sem fim por conta do dissídio, decidem um dia antes se vão entrar em greve por tempo indeterminado. “Há garantia em decreto-lei da prefeitura da capital de manutenção do emprego dos cobradores. Porém, eles insistem em aumentar o desemprego ao invés de chegarmos a um acordo”, avalia Antônio Carlos Martins, diretor do Sintraturb.

  •  

Deixe uma Resposta