• Postado por Tiago

INTERNA_13_abre-direita_rua-silvério-gonçalves-Penha_foto-dona-mariquinha-(11)

Os moradores chegaram a chamar o Zé Brodinho pra denunciar o descaso

A secretaria de obras de Penha pôs a mão na massa ontem e começou a arrumar a rua Silvério Gonçalves, no centro da cidade. A obra tava inacabada há cinco meses e o povão já tinha chamado o repórter Zé Brodinho pra denunciar o descaso.

Vilmar de Oliveira, diretor da secretaria municipal de obras, disse que a prefa precisou contratar um maquinário que custa R$ 200 a hora e ainda trabalhar com um topógrafo direto no local da obra. É que o solo da rua Silvério Gonçalves é arenoso e como o trabalho é de cavocar buracos pra substituir a tubulação, há o risco da peãozada ficar soterrada. Ontem, conta o diretor de obras, apesar de todo o trabalho, foram recolocados apenas 10 tubos no local.

Vilmar alega que vários problemas provocaram o atraso da obra. Um deles foi que a escavadeira da prefa não alcançava o fundo do buraco pra retirar a areia. Por isso, contrataram o trabalho de uma máquina especial. O trajeto dos tubos também teve que ser alterado porque um morador não deixou passar o sistema de esgoto pelo terreno. Além disso, quatro caminhões estão sendo usados para carregar a montoeira de areia retirada e levar o macadame. ?O próprio prefeito nos pediu para acabar logo essa obra, porque já tava se estendendo demais?, diz Vilmar, admitindo que o povão da rua fez pressão pra conclusão da obra. Os 10 peões da prefa devem trabalhar até sábado para concluir a obra ainda esta semana.

A pendenga

O DIARINHO acompanhou o problema sofrido pelos moradores da rua Silvério Gonçalves. Há cinco meses a prefa começou a retirar as lajotas para começar a obra que resolveria o problema de enxurradas e implantaria o esgoto na rua. Mas o pessoal da secretaria de obras simplesmente deixou as lajotas amontoadas nas calçadas e foi simbora sem dar explicação alguma.

  •  

Deixe uma Resposta