• Postado por Tiago

INTERNA_13_unidade-de-saude-sertaozinho-itapema_foto-felipe-vt

Falta médico no postinho do Sertãozinho

O pessoal que mora na região do Alto São Bento, em Itapema, tá comendo o pão que o diabo amassou pra conseguir uma consulta médica no posto de saúde do Sertãozinho. São poucas consultas disponibilizadas por dia e é preciso madrugar pra poder ter um plá com a médica da prefa. ?O que a gente precisava era de mais médicos pra atender?, pede a dona de casa M.C., 28 anos, que tá grávida de nove meses e enfrenta uma gigantesca fila no postinho de saúde cada vez que faz o pré-natal.

Ela conta que o povão começa a pintar pelo postinho lá pelas 5h do cu da madruga. ?Tem que ser esse horário, senão não consegue consulta?, afirma. O problema é que, diz M., são geralmente só oito vagas por dia. ?Tem dia em que marcam mais horários, mas nunca passa de 13?, conta.

M.F., 18 anos, que também vive no Alto São Bento, diz que muitas vezes é preciso ter muita paciência pra ser atendido. ?Tem vezes que a gente chega e a médica saiu pra fazer visita. Aí não tem jeito, a gente é obrigado a esperar?, reclama.

Pra completar, na sexta-feira todas as consultas são reservadas pras grávidas da comunidade e não tem quem atenda os doentes. ?Se ficar doente nesse dia tem que correr pro hospital, porque médico por aqui não tem?, ressalta M.F.

Não tava sabendo

Roberto Ruiz, secretário de saúde de Itapema, disse que não tava sabendo das filas pro atendimento no posto do Sertãozinho. ?A gente tem notícia de que faltam médicos em outros postos, na Meia Praia e no Morretes. Mas, até onde eu sei, não temos problemas com o Sertãozinho?, lascou.

O abobrão prometeu que vai bizolhar o reclamo das moradoras com cuidado. ?Vamos ver o que está acontecendo e se houver problemas vamos resolver?, garantiu.

  •  

Deixe uma Resposta