• Postado por Tiago

praia-balneario-impropria-para-banho-(12)

Verão nem começou e a praia já tá virada numa nojeira

A última análise de balneabilidade apresentada pela Fatma foi pra deixar o povão de Balneário Camboriú de cabelo em pé. Dos 14 pontos de coleta espalhados pelas praias da city, só quatro tão próprios pra banho. A situação é feiosa na praia Central, onde só um dos 10 pontos analisados não tá contaminado com cocô. O secretário de Meio Ambiente reconhece o problema e quer um estudo pra saber o que tá rolando.

A água pra análise foi coletada pelo pessoal da Fatma na semana passada. Pra saber onde dá ou não pra sijogar no marzão, é analisado, entre outros aspectos, o número de bactérias escherichia coli, presentes no cocô de bichos e de gente, que tão boiando na amostra.

Só na praia de Laranjeiras, nas Taquaras, no Estaleiro e em frente à rua 1400, na praia Central, o número de nojeiras tava dentro do aceitável. Na coleta em frente às ruas 1001, 2000, 3000, 4900, 4000, 3500, 2500, 51, no Pontal Norte e na lagoa de Taquaras, a quantidade de bichinhos do cocô é tanta que pode colocar a saúde do povão em risco.

O chefão da secretaria de Meio Ambiente (Semam), André Ritzmann, ficou dicara com o resultado. ?Cada vez que vejo isso me apavoro?, lascou. Apesar das amostras terem sido coletadas em uma semana de chuvas, ele acha que isso não justifica os resultados escabrosos. ?Tem essa questão da chuva também, que lava as ruas, mas não é desculpa. Tem lugares, como na rua 2400, em que o problema é recorrente?, disse.

André acredita que pode ter alguma coisa errada com as tubulações que passam por baixo dos espigões espalhados pela city. ?Já tentamos identificar esgoto clandestino e não é isso, até porque senão seria um derramamento constante. Pra mim tem algum tipo de esgoto ligando com a rede pluvial. Pode ter alguma coisa errada no antigo sistema?, palpita.

O abobrão diz que tá preocupado com a situação e prometeu ter um plá com o pessoal da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) pra tentar resolver o problema. ?Vou conversar com o pessoal, provavelmente vai ter que ser feito um estudo pra descobrir o que tá acontecendo, até porque a Emasa já tá trabalhando pra renovar o sistema. Mas não vai ser uma coisa de hoje pra amanhã?, avisou.

  •  

Deixe uma Resposta