• Postado por Tiago

O relatório de balneabilidade divulgado ontem pela Fatma traz uma má notícia pra quem curte um banho de mar nas praias da região. De Barra Velha a Bombinhas, 12 pontos tão impróprios pra banho. A situação melhorou um pouco em Balneário Camboriú, que diminuiu de cinco pra um o número de amostras cagadas, da semana passada pra cá. Mas a coisa tá feia pros lados de Barra Velha, onde metade dos pontos analisados tão contaminados com bichinhos de cocô.

Os lugares que tão emporcalhados em Barra Velha são a lagoa, e em frente à rua Antônio R.G. Moura, exatamente os mesmos pontos que apareciam sujinhos no relatório da semana passada. Mas outras cidades da região também não têm muito o que comemorar. Na Penha, que tem 11 pontos de coleta, e em Itapema, que tem oito, são três os lugares contaminados. Junto com Navega, que de três pontos analisados apresentou um impróprio pra banho, as cidades formam o grupo em que nada mudou desde o último relatório.

A coisa melhorou em Porto Belo, que passou de dois pra um ponto cagado, em Bombinhas, que tinha três lugares contaminados com meleca e agora tá com um, e na Maravilha do Atlântico, que teve a mudança mais significativa. Nesta semana, só a lagoa de Taquaras tá porquinha, e toda a praia Central foi liberada pros banhistas.

Mas só quem tá podendo comemorar mesmo, é o pessoal que escolhe Itajaí e Piçarras pra arriscar um mergulho. Nos quatro pontos analisados em terras peixeiras, na praia da Atalaia, em Cabeçudas e em dois lugares da Praia Brava, o marzão tá limpinho. O mesmo rola nas Piçarras, onde as amostras foram coletadas em frente à travessa Lauro Ferreira e na avenida Getúlio Vargas.

Tem que tomar cuidado

Durante a temporada, a análise é feita em 193 pontos espalhados por todo o litoral da Santa & Bela. As amostras são analisadas no laboratório da Fatma, que detecta a quantidade de bactérias escherichia colli, presentes no cocô de gente e de bichos, que pintam por ali. Quem arrisca molhar o pezinho em águas contaminadas tá sujeito a contrair doenças que vão de diarreia a hepatite.

  •  

Deixe uma Resposta