• Postado por Tiago

A prefa peixeira conseguiu cassar a liminar que impedia a venda do terreno e do prédio monstrengo que um dia abrigaria o Caseca Shopping, na avenida Sete de Setembro, pertinho do teatro municipal, no bairro Fazenda, em Itajaí. Com a nova canetada da dona justa, a prefa se livrou de depositar em juízo a quantia de 15 milhões de reais ou deixar disponível um imóvel neste valor pra empresa Joconte Fomento e Participações, que alega ser dona do terreno, e que queria uma garantia, caso ganhasse a causa.

Segundo o procurador Fábio Quevedo, que é um dos advogados da prefa, vários foram os argumentos usados pra derrubar a decisão caneteada pelo juiz peixieiro Rodolfo Cezar Ribeiro da Silva. Entre os principais está o fato de não existir uma decisão judicial determinando o valor do imóvel pra que a empresa queira que a prefa morra com 15 milhões como pagamento do perrengue. O procurador alegou ainda ao tribunal de justiça, onde rolou o recurso, que o terreno nunca foi negociado com a Joconte e sim com José da Rocha Martins. Por esse motivo, jamais a empresa poderia requerer qualquer coisa à prefa. “A empresa não é parte legítima pra requerer esse valor. A negociação foi com José da Rocha Martins. Foi ele quem adquiriu o terreno e comprometeu-se a fazer as obras como pagamento”, lascou o procurador.

Fábio Quevedo diz que a cassação da liminar não muda muito o destino do monstrengo, já que a dona justa do trabalho mandou vender o imóvel mesmo com a decisão do juiz peixeiro valendo. Uma empresa de Curitiba teria até comprado o esqueleto de shopping, mas o DIARINHO não conseguiu confirmar a informação com o leiloeiro responsável pela venda, Rodrigo Schmitz.

Que rolo!

O mostrengo do Caseca Shopping foi colocado à venda por ordem da dona justa do trabalho pra que a empresa de Paulo Caseca pague as dívidas trabalhistas que têm com antigos funcionários. Na véspera do leilão, surgiu a decisão do juiz Rodolfo Cezar Ribeiro da Silva, que atendeu a um pedido de liminar da Joconte Fomento e Participações, mas agora tudo voltou a ser como antes e, se outra decisão judicial não mudar tudo de novo, o esqueletão do shopping poderá ser vendido numa boa, se é que já não foi e ninguém ficou sabendo…

A grana arrecadada com a venda servirá pra pagar a peãozada da Caseca, que tá, há anos, amargando o maior preju.

  •  

Deixe uma Resposta