• Postado por Tiago

A prefeita de Camboriú, a loirosa Luzia Coppi Mathias (PSDB), não vê problema em repassar R$ 14,8 mil à associação de vôlei da city, mesmo sabendo que a grana não vai passar nem perto das quadras. O dinheiro é pra pagar os gastos da Anjo da Guarda Fest, que não tem nada a ver com o esporte. “É uma festa que ficou na história da cidade. Foi a maneira jurídica que encontramos pra que pudesse acontecer”, diz.

O presidente da associação, Doriedson Garcia Pereira, siqueixa que aceita servir de laranja em troca da promessa de uns trocados, mas até hoje tá a ver navios e sem um pila no bolso. Luzia garante que nada impede a associação de receber o dindim. “Procuramos a associação pra que fosse nossa parceira, já que o estatuto deles permite a realização de eventos culturais. A prefeitura dá o dinheiro e eles repassam pra cobrir as despesas”, lascou a prefeita, mesmo sabendo que ninguém da associação estará na organização da festa.

O rolo já resultou em perrengues pros lados da galera do vôlei. Em 2007, Doriedson aceitou fazer parte do mesmo esquema pra pedinchar um repasse de R$ 20 mil ao governo da Santa & Bela, que foi usado na organização do festerê. Meses depois, precisou de uma graninha pra dar um trato no vôlei, mas acabou chupando o dedo.

O cartola diz que já precisou tirar do próprio bolso R$ 1,5 mil pra pagar dívidas da Anjo da Guarda Fest. Mesmo assim, o laranjão continua emprestando o nome. A dívida total da associação com a federação catarina e gastos com os atletas chega a oito mil reales. Luzia prometeu que vai dar uma mãozinha pra tirar a associação de voleibol do aperto. “É só o Doriedson procurar a federação de esportes”, garantiu.

  •  

Deixe uma Resposta