• Postado por Tiago

INTERNA-MONTAGEM-1_10_base-direita_-Terreno-baldio-limpo-pela-prefa-_foto-felipe-vt INTERNA-MONTAGEM-2_10_---base-direita_lixão-na-rua-João-Américo-Watzko_foto-felipe-vt-(1)

Foram tirados mais de sete caminhões de entulho

A rua João Américo Watzko, no bairro São Vicente, em Itajaí, voltou ao normal nesta semana. A lixarada jogada em dois terrenos baldios da rua, que deixava o local catiguento e com cara de aterro sanitário, foi recolhida pelos peões da prefa.

Maurício de Souza, sub-prefeito do São Viça, disse que os peões ficaram dois dias em cima dos terrenos pra deixar tudo limpinho. Pelo menos sete caminhões foram utilizados pra recolher a lixarada, que não era pouca. ?Esse trabalho é fixo. A quantidade de entulhos jogada em terrenos baldios é maior do que se imagina. Nós temos equipes fixas só pra fazer essas limpezas?, conta Maurício.

Porqueira das grandes

O DIARINHO flagrou e denunciou na semana passada a porquindade do povão sem-noção. O local tava virado num alho. Tinha restos de móveis, tijolos, papelão, roupas, fraldas cagadas, comida e até pedaços de asfalto. O futum era pior do que esgoto a céu aberto.

Pra acabar com situações como esta, Tarcízio Zanelato, secretário de Obras de Itajaí, avisou que a partir de março uma equipe de fiscalização vai cuidar exclusivamente dos terrenos baldios, locais de entulhos e lixões. Aí o negócio vai pegar, porque o morador que for flagrado poluindo a cidade vai ser notificado e pode até levar multa.

Zanelato disse que, mesmo depois da enchente, Itajaí ainda possui muitos pontos servindo como lixões clandestinos, principalmente terrenos baldios. O abobrão deixou claro que os proprietários de terrenos também terão que se responsabilizar. Eles deverão manter os locais limpos e cercados.

  •  

Deixe uma Resposta