• Postado por Tiago

CAPA-ABRE---g---lixo-cambu

Barnabés limparam 12 terrenos na primeira leva

A prefa de Camboriú resolveu dar um basta no oba-oba dos donos de terrenos baldios que esquecem de fazer uma boa limpeza de vez em quando e colocam em risco a saúde do povão. Só nesta semana, 12 áreas do bairro Taboleiro foram limpas pelos barnabés. Quem vai pagar a conta do trampo são os donos das terras e o secretário de Obras, Márcio Rosa, garante que não vai sair barato: ?Senão vamos criar uma cultura de deixar sujo porque a prefeitura vem e limpa?, lascou.

A medida foi tomada pra cumprir uma lei aprovada no ano passado, que autoriza a barnabezada a fazer a manutenção dos terrenos baldios que são deixados sujos pelos proprietários. A limpeza rola depois que o dono já recebeu uma puxada de orelha e um prazo pra fazer o serviço e não cumpriu. ?Os locais onde trabalhamos esta semana já tinham sido notificados em junho?, diz Márcio.

O problema é que muitos terrenos tão entulhados de lixo e tomados pelo mato. A combinação é perfeita pra virar berçário de bichinhos como ratos e baratas, que incomodam a vizinhança. ?Daqui a pouco começa a época do caramujo africano e não podemos deixar que esses animais se proliferem?, comentou o secretário.

Por enquanto, Márcio ainda não sabe quanto cada dono de terreno vai ter que desembolsar pra pagar pelo serviço feito pela prefa. Ele explica que o cálculo ainda será feito pelo pessoal da secretaria da Fazenda. ?Vai ser levado em conta o tamanho do terreno, a quantidade de entulho retirada, e quantas viagens foram feitas pra levar o material?, conta. Os números viram um relatório, e o valor que resultar das contas será colocado como dívida do dono das terras com o município.

O secretário de Obras diz que a intenção do trampo não é fazer o serviço pros proprietários mais folgados, mas evitar que eles deixem os terrenos emporcalhados. ?Se a pessoa tivesse contratado alguém pra limpar, com certeza sairia muito mais barato. A prefeitura tem que cobrar caro porque tá sendo usado maquinário que poderia estar trabalhando pela cidade?, carcou.

Márcio afirma que o plano é seguir com a limpeza por outros bairros da Capital da Pedra. ?Vamos esperar a secretaria da Fazenda solicitar o trabalho. Se é feito o processo, vamos até o final?, garante.

  •  

Deixe uma Resposta