• Postado por Tiago

Deve ficar trancada a sete chaves a escola Básica Municipal Domingos Fonseca, no bairro Taboleiro, que foi depredada por vândalos de Cambu, logo depois da sua inauguração dia 27 de novembro. A prefa aumentou a segurança por lá e promete gastar uma grana pra garantir que a malocada não vai voltar a atacar e roubar os computadores e materiais eletrônicos.

Na madrugada de 28 de novembro, horas depois da inauguração, gurizotes pularam o muro da escola, quebraram uns cinco vidros com pedras e estouraram rojões dentro do refeitório.

Com as evidências, o pessoal da Educação não pensou duas vezes em investir na segurança de lá. Pedincharam pra prefa uma verba pra instalar alarme em toda a escola e travas especiais nas portas dos laboratórios de informática, ciências e na secretaria, locais onde ficam os equipamentos eletrônicos e documentos de valor.

Além do vigia contratado pra trampar na escola, outros dois guardinhas tiveram que ser chamados às pressas pra ajudar no serviço, depois do ataque dos vândalos. As grades das janelas foram reforçadas e a polícia Militar está instruída a dar várias voltas no local durante a noite, pra afastar os encapetados.

A secretária informa que o prejuízo com pintura e vidros quebrados, que foram detonados pelos vândalos, foi pequeno e as estruturas já receberam uma garibada e estão arrumadinhas dinovo.

Hoje, cerca de 600 alunos estudam na escola, que é considerada uma das mais bem equipadas da city. O ano letivo termina semana que vem e o colégio deverá ficar fechado por uns dois meses, durante as férias de verão. É nesse tempo que a prefeitura pensa em incrementar a segurança pra deixar os vagabundos bem longe dos bens do povão.

  •  

Deixe uma Resposta