• Postado por Tiago

A vendedora Elaine da Silva, 31 anos, mora no São Vicente e usa a zica todo dia pra trampar. Ela diz que há um tempão tá esperando a promessa da ciclovia se cumprir. “Entra prefeito e sai prefeito e nada de ciclovia. A gente anda no meio de caminhão, carro, um perigo”, disse.

Segundo o Zé da Codetran, o prefeito já anunciou que em 2010 vai finalmente fazer o reformão no bairro. “O prefeito mandou que se fizesse um projeto de urbanismo de todo o São Vicente. A Estefano, Pedro Cristiano de Miranda, Nilson Edson dos Santos e outras ruas de grande movimento vão ter ciclovia, mão única e estacionamento de só um lado, entre outras coisas pra melhorar aquela região”, falou Zé.

Mas a possibilidade deixa alguns comerciantes de cabelo em pé. É o caso do seu João José Dalçóquio, que há 22 anos tem uma loja na Estefano. Pra ele, a ciclovia e o estacionamento são muito bem-vindos, mas a rua de mão única ia fazer um baita estrago nas vendas de todos os estabelecimentos. Ele tem medo que a mudança pra mão única seja empurrada goela abaixo como tá sendo feita na avenida Sete de Setembro, que vai ficar num só sentido mesmo com o berreiro dos comerciantes.

“Na época do Volnei – cerca de um ano antes da eleição – fizeram reunião e nós pedimos estacionamento de um lado, ciclovia do outro, mas com mão dupla. Prometeram que iam fazer, mas até agora nada”, caceteou Dalçóquio. Ele lembrou ainda que em todas as ruas de Itajaí que viraram mão dupla o comércio praticamente acabou, como, por exemplo, nas ruas Blumenau e Silva.

Já o seu Benício disse que vai esperar que, antes de fazer qualquer mudança, a prefa apresente os estudos de viabilidade e discuta o melhor caminho pra reestruturação da Estefano. “Eles sabem o que é melhor porque são técnicos, fazem estudos, mas não queremos que eles cheguem aqui e mudem tudo sem conversar com os comerciantes e os moradores”, falou seu Benício.

  •  

Deixe uma Resposta