• Postado por Tiago

A administração de Navegantes nomeou quatro novos secretários durante o “Prefeito nos bairros” na região do aeroporto. De acordo com o prefeito Bob Carlos, houve um remanejamento interno por conta da saída do secretário de articulação política, Manoel Stalin Fernandes, que se aposentou e de Vinicio Bortolatto, da secretaria de desenvolvimento econômico. Com isso, obras ganha um novo secretário, já que Jair José Vavassori, o Vavá, pega o cargo de Stalin e o vice-prefeito Emílio Vieira entra no lugar de Bortolatto. Nesse troca-troca o prefeito aproveitou para enxugar o quadro de cargos de confiança. A educação também ganhou ontem, oficialmente, nova secretária.

Com a crise financeira municipal, Bob Carlos aproveitou a levada e resolveu extinguir o cargo de subprefeito de Gravatá e Meia Praia. O sub-prefeito desses bairros, Valmir Cezar Francisco, o Cheiro, é o novo secretário de obras. Gravatá e Meia Praia passarão a ser atendidos por Otávio Gomes, que já acumula a subprefeitura do centro e do São Pedro. Segundo o prefeito, ele precisava de alguém com experiência política no cargo de articulação política e Vavá, o antigo secretário de obras, seria a melhor pessoa. Já Cheiro tem experiência em obras.

Outro cargo que também deixará de gerar gastaça é o de secretário de Desenvolvimento Econômico. O cargo era de Vinicio Bortolatto, mas o empresário saiu pra se dedicar à sua empresa. Bob Carlos convidou o vice-prefeito Emílio Vieira para ocupar o cargo. Emílio, no entanto, continua ganhando somente como vice-prefeito, apesar da função acumulada. O vice conta que aceitou o desafio justamente para ajudar na situação financeira da prefa.

A secretaria de educação finalmente ganha nova secretária: Nerozilda Pinheiro Ferreira, que era diretora administrativa da secretaria. A secretária Giovana Scaburi foi exonerada do cargo no mês passado e o prefeito é quem tava dando as ordens na secretaria. De acordo com Bob Carlos, Nerozilda tem bastante experiência na área e é a pessoa ideal para ocupar a vaguinha.

Corte de gastos

“A necessidade de economia cada mês que passa fica mais intensa”, diz o prefeito. Só este mês a prefa diminuiu o gasto de combustível e conta telefônica em 50%. A pendenga econômica vai desde dívidas antigas da prefeitura a contribuintes que nunca pagaram impostos.

  •  

Deixe uma Resposta