• Postado por Tiago

Vinte e cinco presos do cadeião peixeiro que tão trampando pra reduzir sua pena vão participar – de 7 a 16 de dezembro – do 2º curso de formação para pescador profissional. O objetivo do curso é treinar o presidiário pra que quando ele sair da jaula tenha uma profissão e possa arrumar um emprego, evitando que ele apavore dinovo e volte pra trás das grades. As aulas teóricas vão rolar na sede do sindicato das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi) e a prova de natação nos bombeiros de Itajaí.

O cursinho é resultado de um termo de cooperação técnica, assinado em junho de 2009 entre o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, secretaria de Segurança Pública e Defesa do Cidadão, secretaria Executiva da Justiça e Cidadania, sindicato das Indústrias de Pesca de Itajaí, com uma ajudinha do Conselho Nacional da Justiça.

  •  

Deixe uma Resposta