• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-23---s---figueirense---tecnico-roberto-fernandes-foto-rubens-flores-03jul09-(1)

Roberto Fernandes tá cheio de encrenca pra resolver

O técnico Roberto Fernandes tem vários problemas pra armar o Figueirense pro jogo de hoje, às 16h, contra o Bahia, no estádio Pituaçu, em Salvador. Antes da delegação embarcar pro nordeste, rolou o tradicional rachão no centro de treinamento do Cambirela, em Palhoça, mas que só serviu mesmo pro time lembrar como é o formato da bola.

Os problemas do técnico são pelo menos três. Os meias Fernandes e Pedrinho não acompanharam a delegação e tão fora, porque foram vetados pelo departamento médico. O zagueiro João Felipe também não viajou pra Bahia, pois cumpre gancho pelo terceiro cartão amarelo. Fora isso, Roger arrumou as trouxas e deixou o clube esta semana.

?Quando você consegue ter uma sequência fica mais fácil. Mas isso acontece com outras equipes e o negócio é trabalhar. É a nona rodada e somos obrigados a mexer. Por isso, em futebol não tem 11 titulares. Você ganha jogos, mas conquistar objetivos, títulos, é preciso elenco. Então quem vai entrar tem a confiança para que possa fazer um bom jogo?, diz o treinador.

O comandante garante que depois de ser informado da ausência dos dois meias, ele já começou a quebrar a cabeça pra montar o time. ?O Cássio, o Lucas, o Jairo podem aparecer na equipe. Já conseguimos bons resultados com Lucas na ala e na meia. Ele está bem adaptado à filosofia de trabalho. Na lateral-direita estamos trabalhando com Schmoller, que tem surpreendido nos treinamentos?, comenta o técnico, já dando algumas pistas.

A novidade entre os 18 jogadores que integram a delegação é o zagueiro Bruno Peroni. Curado duma lesão muscular, o jogador pode ser acionado logo mais, mas deve seguir sendo vetado em casa por problemas com a torcida. A provável formação do time é: Wilson; Lucas (Michel Schmoller), Regis, Toninho e Egídio; Luciano Totó, Alê, Cássio e Jairo; Schwenck e Rafael Coelho.

  •  

Deixe uma Resposta