• Postado por Tiago

Sub---Desembargadora-Salete-Sommariva---Divlgação-TJSC

Desembargadora ainda não decidiu quando processo vai pra pauta

Apesar da insistência de advogados de Leonel Pavan (PSDB), o processo que envolve o vice-governador na operação Transparência não deve entrar na pauta da primeira sessão do ano do pleno do Tribunal de Justiça (TJ), na tarde de hoje. Até o final da tarde de ontem, a relatora do processo, desembargadora Salete Sommariva, ainda analisava documentos referentes ao processo.

De acordo com a assessoria do TJ, o processo poderia ser incluído na pauta até o final da noite de ontem, mas isso dificilmente aconteceria, já que ainda faltam muitos trâmites legais a serem cumpridos. Outro problema é que nem todos os indiciados no processo foram notificados oficialmente. Apenas o ex-diretor geral da secretaria da Fazenda, Pedro Mendes, e Pavan receberam a intima da dona justa.

Sem chance

Outra esperança dos advogados de Pavan seria o desmembramento do processo, ou seja, o tucano seria julgado em separado dos outros indiciados, o que não vai acontecer. Salete Sommariva ainda não se pronunciou sobre o pedido, mas fontes do TJ dizem que ele será rejeitado.

A reportagem do DIARINHO tentou entrar em contato com o advogado Cláudio Gastão da Rosa, responsável pela defesa de Pavan, pra saber se ainda existe a esperança de ver o caso sendo julgado logo, mas ele não atendeu e nem retornou as ligações.

  •  

Deixe uma Resposta