• Postado por Tiago

O coordenador técnico da secretaria de educação deu o aviso de férias forçadas às prenhas

As 37 professoras grávidas das escolas e creches de Itajaí ficarão afastadas das salas de aula por duas semanas. A notícia foi dada na noite de ontem. A medida vale a partir de segunda-feira e serve como precaução pra evitar a contaminação pela gripe porca.

Durante a reunião extraordinária na secretaria de educação rolou o comunicado oficial. No encontro também rolou um puxão de orelha nas professoras prenhas. ?Nós tomamos essa decisão como prevenção, já que vocês estão no grupo de risco. O pedido é que vocês se cuidem, não fiquem passeando e correndo riscos por aí?, lascou Júlio da Silva, coordenador técnico da secretaria.

As gestantes ficarão em casa de segunda-feira, dia 17, até o dia 31. A notícia agradou o marido de uma das professoras, que lá do fundo acompanhava a reunião. ?Eu tava preocupado com essa situação, mas agora fico mais tranquilo. Minha esposa está no início da gestação e a gente sabe que o risco é grande, né??, disse o mecânico Ricardo Jefferson Silva, 32 anos.

Afastadas

Desde a quinta-feira passada, as professoras já não frequentavam mais as salas de aula das escolas e creches municipais. Durante os dois dias, elas assumiram funções administrativas, onde não havia aglomero de pessoas. Porém, diante do aumento dos casos suspeitos de gripe porca no estado, a decisão do afastamento temporário foi tomada.

?As próximas duas semanas ainda serão bastante críticas com o vírus da gripe suína. Por isso, em conversa com a secretária de educação Maria Heidemann, nós decidimos que as professoras grávidas devem ficar em casa?, finalizou Júlio.

  •  

Deixe uma Resposta