• Postado por Tiago

Um professor de música foi grampeado depois de ter dado sumiço num notebook dentro da Assembleia Legislativa da Santa & Bela. O semnoção, que foi flagrado pelas camerazinhas bizolhudas enquanto passava a mão grande no computador, foi reconhecido pelos milicos que trampam na segurança da Leleia, e ganhou pulseirinhas de aço enquanto almoçava no restaurante dos deputados.

José Antônio Soares dos Santos fez a cagada no dia 14 de novembro. Ele pintou no auditório da assembleia como quem não quer nada, durante um evento, enfiou o laptop debaixo do braço e saiu diboa. Na quinta-feira, o carudo resolveu bater um rango no restaurante que fica dentro do palácio Barriga Verde, onde funciona a Leleia, usando a mesma roupitcha estilosa. Os milicos o reconheceram como o larápio. O professor admitiu que não resistiu quando viu o notebook dando sopa e carregou o aparelho.

  •  

Deixe uma Resposta