• Postado por Tiago

Antes de ser aprovado e sancionado, o projeto de lei passou trocentas vezes pela casa do povo de Bombinhas. Foi aprovado em primeira votação no início de outubro e rejeitado na segunda votação. Como o projeto recebeu emendas demais, teve que ser retirado de pauta. Mas o executivo não se deu por vencido, modificou a proposta e encaminhou dinovo pra câmara no início deste mês.

O executivo dividiu a proposta em duas e conseguiu aprovação de cinco dos nove vereadores. O presidente da mesa, Edson Tridapalli (DEM), explica que a proposta não foi aceita da primeira vez, pois tava junto com o plano de aumento das taxas sanitárias cobradas na entrada do município. Como os projetos foram divididos, ganharam a aprovação dos vereadores Silvio Sasaki (PSDB), Maria Julia Emilio (PSDB), pepista Marcos Chagas Perrone, Euclides Machado Garcia Filho (PSC) e o próprio Edson.

Edson sugeriu aos ambulantes que ficaram de fora que busquem novos locais pra vender seus badulaques. “Nossa cidade não se reduz a trabalhar na praia. Nosso comércio é muito forte”, afirma.

  •  

Deixe uma Resposta