• Postado por Tiago

Sub---Afranio-Boppré-PSOL

Boppré levou o documento pessoalmente na Leleia

No dia em que o vice-governador do estado, Leonel Pavan (PSDB), deveria estar assumindo oficialmente o governo, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) protocolou o pedido de impeachment do tucano na Assembleia Legislativa (Alesc). O presidente dos socialistas, Afrânio Boppré, justificou o pedido com um documento de 14 páginas e disse que os fatos apontados pelas investigações da Polícia Federal e Ministério Público já são suficientes para o pedido de impeachment. A decisão foi tomada em reunião extraordinária do PSOL catarinense.

Por telefone, Boppré disse ao DIARINHO que Pavan deve ser afastado de suas funções como vice-governador até que a Leleia analise o processo e vote o pedido. ?O presidente da Alesc (Jorginho Mello) é do mesmo partido que Pavan, mas ele tem que responder à sociedade e não ao seu partido. Não há razões para indeferir o pedido, está muito bem fundamentado, e ele tem a chance de provar que a Alesc é independente e não apenas uma repartição do executivo?, lascou o socialista.

O bagrinho disse ainda que estranha o silêncio de alguns partidos da oposição em relação ao caso e decidiu que o PSOL deveria tomar a frente das discussões. ?O partido entregou pedidos semelhantes no Distrito Federal, contra o governador José Arruda (DEM) e no Rio Grande do Sul, contra Yeda Crussius (PSDB), e não poderia deixar este caso em Santa Catarina passar em branco. Estamos à frente do movimento Fora Pavan?, contou. A expectativa dos vermelhinhos é que o pedido deva ser votado na Alesc em fevereiro, logo nas primeiras sessões do ano.

O DIARINHO tentou entrar em contato com Leonel Pavan, mas o tucano não atendeu nem retornou as ligações. Já o líder do partido na Leleia, Serafim Venzon (PSDB), acredita que o pedido é uma prova de que as denúncias contra Pavan são usadas de forma política. ?O PSOL é um partido que sequer tem representação política na Assembleia. Eles querem é aparecer?, soltou Venzon.

  •  

Deixe uma Resposta