• Postado por Tiago

20090826123513_20090826_lb_016sc

Vinícius é o único deputado do PTdoB na história

Como diz o ditado popular, sonhar não custa nada. Inspirado pelo conhecimento do povão, o partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) tem uma meta ambiciosa pras eleições. O partido, que não tem sequer um vereador em Santa Catarina, vai lançar candidato próprio ao governo do estado, senado, e uma nominata completinha de candidatos a deputado estadual e federal.

De acordo com o presidente estadual, Augustus Ribeiro Bueno, o partido cresceu 500% na Santa & Bela, e isso o credencia a alçar voos mais altos. ?Nós teremos nomes importantes, pessoas ligadas ao esporte, presidentes de federações. Ainda não queremos divulgar os candidatos, que devem ser definidos só depois das prévias do partido, em março?, adianta Gutão, como prefere ser chamado.

O partido, segundo o presidente, quer fazer pelos menos 100 mil votos pra governador e eleger um deputado federal e dois estaduais. ?Queremos ir para o segundo turno no governo do estado. Temos chances, vamos lutar para isso?, conta.

Nas última eleições, o PTdoB foi a terceira legenda menos votada dentro da coligação que elegeu o governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB). Com apenas dois cargos de diretoria, o partido decidiu deixar o governo e partir pra ?oposição?, mesmo sem ter deputados na Assembléia Legislativa.

Histórico fraquinho

A meta dos trabalhistas é pra lá de ambiciosa. Nas últimas eleições estaduais, o candidato a deputado estadual mais votado do partido foi Juarez Nelton da Cunha, com 952 votos, não sendo eleito nem como suplente e ficando na modesta 266ª posição. Além disso, eles ainda tiveram que amargar o candidato com o menor número de votos: Ina da Silva Oliveira, que teve seu nome confirmado na urna eletrônica por apenas 30 pessoas. Em Brasília, a situação não é muito diferente. Vinícius Carvalho (PTdoB/RJ) é o primeiro e único deputado federal do partido, eleito com 311 mil votos.

  •  

Deixe uma Resposta