• Postado por Tiago

Caranga usada pelos bandidos foi abandonada ao lado do shóppis

Um carro-forte que abastecia os caixas eletrônicos do Bradesco, no Atlântico Shopping Center, foi assaltado na manhã de ontem em Balneário Camboriú. Era mais ou menos 10h quando bandidos armados até os dentes renderam três guardinhas da empresa Prosegur.

Os mequetrefes roubaram o malote com R$ 45 mil e as armas dos seguranças. Pra polícia, ao menos oito trastes participaram da abordagem. Os homisdalei vão usar as imagens das câmeras de segurança do shóppis e da avenida pra ver se conseguem identificar os bandidos.

Os guardinhas contaram à polícia que tinham acabado de sair do carro-forte e botavam o pé na calçada, quando foram abordados pelo trio armado de metralhadoras. Os caras, que tavam encapuzados, surgiram na frente dos guardinhas após saírem da S10, placa MCB 3452. Um quarto carinha que esperava dipé e sem capuz no rosto, ao lado da entrada do shóppis, também sacou um trabuco e rendeu um dos funcionários da Prosegur.

Os pilantras roubaram o malote recheado com R$ 45 mil em dindim, que seria usado pra abastecer o caixa eletrônico do Bradesco, instalado dentro do Atlântico Shopping. Com os seguranças rendidos, os safados cataram a grana, uma pistola calibre 380 e dois revólveres calibre 38.

Em seguida, chegaram quatro motocas com outros quatro comparsas. A quadrilha que meteu o assalto embarcou nas cabritas e simandou sabe Deus pra onde. O mais estranho é que ninguém viu os vagabundos fugirem de moto carregando metralhadoras pelaí. A caminhonete usada no assalto foi abandonada no local pelos bandidos.

Pelas informações levantadas pela puliça, o carango é de Floripa e está com registro de furto. A numeração da placa encontrada na S10 bate num gol de Joinville, também roubado. Os bandidos tiveram o cuidado de trocar o nome da cidade na placa e colocar Balneário Camboriú.

  •  

Deixe uma Resposta