• Postado por Tiago

“Esta é, com certeza, a frase que tem ecoado em nossos pensamentos nos últimos dias. Nos descobrimos mais fortes e capazes participando da gincana da Apae. Aprendemos, experimentando, que o que cada um de nós faz interfere no que acontece com todos. Mas que não basta que cada um de nós faça a sua parte, e sim, que coopere com os outros. Afinal, o todo é muito mais do que uma simples soma das partes.

Vencer é a esperança de todos. Mas existem muitas formas de vencer e conseguimos, durante um final de semana, experimentar o sabor de vencer de diversas maneiras.

Vencemos as dificuldades físicas, não somente pelas provas elaboradas (não é fácil jogar queimada em um só pé ou acertar o alvo de olhos vendados), mas por termos entre nós alunos com limitações físicas.

Vencemos o sono, o cansaço e a distância, que não é pequena, do bairro Brilhante ao centro de Eventos.

Vencemos ao olhar nos olhos de nossos meninos e meninas. Olhos que denunciavam felicidade, satisfação e certeza de não querer estar em outro lugar que não aquele.

Não era necessário vencer a Gincana. Bastava, para nós educadores, o retorno que nossos educandos nos ofereceram. A vontade que demonstravam em participar, a cooperação com os colegas, os novos amigos que fizeram, o respeito pelas outras equipes assim como uns pelos outros.

Não seria necessário, mas aconteceu e não acreditamos que poderia ser diferente. Acreditamos na Solidariedade, no trabalho cooperativo e na multiplicação do que é bom.

Trilhamos um caminho de pequenas vitórias e esta é mais uma, talvez uma das mais importantes, nesta contabilidade. Ganhamos dinheiro, que não é pouco! Mas, o que dele for feito não durará para sempre. O que aprendemos e sentimos, no entanto, sempre fará parte de nossa história.

E se um dia tornei esta escola minha casa, tenho certeza que agora passou a ser a casa de muitos mais. O lugar onde, neste momento, os que aqui estão, não trocariam por outro.

Agradecemos a Apae, por acreditar em nós, por nos conceder transporte, por nos permitir viver tudo isso.

Agradecemos aos pais, professores e alunos que trouxeram um litro de leite, um rolo de papel higiênico, uma garrafa de óleo. Agradecemos àqueles que compraram a ideia e trouxeram muito papel sulfite, compraram camisetas e tíquetes de churrasco.

Ass: Eliane Renata Steuck, diretora

(Transcrito ipsis litteris)

  •  

Deixe uma Resposta