• Postado por Tiago

INTERNA_14_abre-esquerda_pesquisa-de-preço-carne-_foto-felipe-vt

Em Itajaí, a carne aumentou de preço, segundo a Univali

Pelo quarto mês consecutivo, o preço da cesta básica alimentar em Forianópis caiu. Pesquisa do departamento intersindical de estudos e estatísticas sócio-econômicos (Dieese) apontou que em abril o custo do rango pro trabalhador manezinho ficou 1,9% menor se comparado a março. A carne e o feijão foram os responsáveis pela queda de preço.

Em abril, a cesta básica alimentar podia ser comprada na Ilha a R$ 210,13. Com isso, Floripa deixa de figurar na lista das capitais com o rango mais caro do Brasil. Pulou da quarta posição, no início do ano, para a oitava, no mês. Porto Alegre continua sendo a mais cara (R$ 234,81), seguida de São Paulo (R$ 225,63) e do Rio de Janeiro (R$ 222,60).

O economista José Álvaro de Lima Cardoso, supervisor técnico do Dieese de Floripa, disse que é difícil prever se a deflação no preço da cesta básica continuará nos próximos meses. Mas ponderou: ?O ano de 2009 vai ser de pouco crescimento. Isso reduz o consumo, mas também reduz a tendência de aumento de preços. A inflação deve ser menor que a do ano passado?.

Em Itajaí

Ao contrário do que aconteceu em Forianópis, a cesta básica em Itajaí aumentou 1,95%. A pesquisa foi coordenada pela professora Joseane Sternadt, da Univali. Em terras peixeiras, o rango custava R$ 195,10 em abril. A carne, que representa 32,48% do valor da cesta, teve aumento de 3,94%.

As pesquisas da Univali e do Dieese são feitas com 13 produtos, entre carne, legumes, frutas, grãos e óleos.

  •  

Deixe uma Resposta